AO NORTE . Associação de Produção e Animação Audiovisual

CINEMA E NARRATIVAS DIGITAIS . AO NORTE

\ CINEMA E NARRATIVAS DIGITAIS


DESCRIÇÃO

Cinema e Narrativas Digitais é um grupo de investigação que aborda o cinema e as narrativas digitais numa perspetiva interdisciplinar. Está sediado na AO NORTE - Associação de Produção e Animação Audiovisual e articula sua atividade com o IPCA - Instituto Politécnico do Cávado e do Ave e com os objetivos da unidade de investigação ID+ no âmbito da investigação, disseminação do conhecimento, produção audiovisual, trabalho com comunidades e desenvolvimento de projetos no âmbito da cultura visual, audiovisual e digital.


Principais Conquistas

• CINEMA

Realização anual da Conferência Internacional de Cinema integrada nos Encontros de Cinema de Viana do Castelo, do Curso de Verão (Fora de Campo) e no Kino Meeting integrados no MDOC - Festival Internacional de Documentário de Melgaço e de outros eventos de natureza científica, artística, de disseminação de conhecimentos, trabalho com comunidades e desenvolvimento de projetos.

• PRODUÇÕES

Publicação periódica e produção audiovisual e digital integrada em projetos de pesquisa de natureza etnográfica e social, de incidência regional expandida a comunidades de colaboradores externos e de comunidades nas diásporas.

• FOTOMEMÓRIA

Realização e produção de iniciativas de pesquisa, recolha, inventariação, digitalização e arquivo de registos fotográficos e audiovisuais domésticos ou de relevância histórica e cultural. Manutenção do arquivo digital Lugar do Real. Concretização de atividades na forma de exposições, eventos públicos de discussão e divulgação, Fotografias Faladas e publicações em forma de livro e catálogo.


OBJETIVOS


COORDENADOR

JOSÉ DA SILVA RIBEIRO


MEMBROS

ALESSANDRO RICARDO CAMPOS

ALICE FÁTIMA MARTINS

DANIEL MARTINS PINHEIRO MACIEL

DENISE MACHADO CARDOSO

FERNANDO CRUZ

GLÁUCIA DAVINO

JOÃO GIGANTE

LISABETE CORADINI

LUIZA PEREIRA MONTEIRO

MARIA ALICE CARVALHO ROCHA

MARIA ÂNGELA PAVAN

PATRÍCIA NOGUEIRA

SANDRA REGINA CHAVES NUNES

TERESA NORTON DIAS


CONSULTORES EXTERNOS

ALFONSO PALÁZON MESEGUER

Professor Titular da Universidade Rei Juan Carlos, Madrid

ALICE FÁTIMA MARTINS

Professora titular da Universidade Federal de Goiás, Pesquisadora do CNPQ

AMÁLIA CÓRDOVA

Latinx curadora digital no Center for Folklife and Cultural Heritage e curadora do Video Center of the Smithsonian’s National Museum of the American Indian

NÚRIA AIDELMAN FELDMAN

Professora da Universidade Pompeu Fabra, Membro fundador de A Bao A Qu

RENATO ATHIAS

Antropólogo, professor da Universidade Federal de Pernambuco, diretor do Festival Internacional do Filme Etnográfico do Recife


NOTAS BIOGRÁFICAS

JOSÉ DA SILVA RIBEIRO

Licenciado (graduado) em Filosofia pela Universidade do Porto (1976), graduação em Cine Vídeo pela Escola Superior Artística do Porto (1989), mestre em Comunicação Educacional Multimedia pela Universidade Aberta de Portugal (1993) e doutorado em Ciências Sociais - Antropologia pela Universidade Aberta de Portugal (1998). Foi professor da Universidade Aberta de Portugal. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Visual, atuando principalmente nos seguintes temas: antropologia visual, antropologia digital, cinema, métodos de investigação em antropologia, interculturalidade e cultura afro-atlântica. Tem realizado trabalho de campo em Portugal, Cabo Verde, Brasil, Argentina e Cuba. Coordenou a Rede Internacional de Cooperação Científica Imagens da Cultura / Cultura das Imagens. Professor visitante da Universidade Mackenzie (Educação, Arte e História da Cultura), da UECE, da UCDJB, da Universidade de Múrcia - Espanha (ERASMUS) e da Universidade de Savoie - França, Universidade de S. Paulo. Entre 2016 e 2019 foi professor visitante da Universidade Federal de Goiás - Faculdade de Artes Visuais e Faculdade de Ciências Sociais. Coordena o Grupo Estudos de Cinema e Narrativas Digitais na AO NORTE - Associação de Produção e Animação Audiovisual e colabora com outros projetos desta Associação. Colabora com diversas Revistas Científicas, Festivais de Cinema, Grupos e Redes de Pesquisa/investigação.

alessandro ricardo campos

ALESSANDRO RICARDO CAMPOS

Doutorando pelo Programa de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia – PPGSA / UFPA, Mestre em Antropologia Social pelo mesmo Programa (2014), e Especialista em “Educação e Saberes Africanos e a Implementação da lei 10.639” pela Universidade Federal do Pará (2012). É graduado em Ciências Sociais também nesta universidade (2005). Atua como Professor (Classe II) na Secretaria Estadual de Educação (SEDUC / PA) e como docente externo da UFPA. É membro-fundador do Grupo de Pesquisa em Antropologia Visual e da Imagem – Visagem / PPGSA, e editor da Revista Eletrônica Visagem. Atua como membro da curadoria das mostras do Festival do Filme Etnográfico do Recife e coordenador do Festival do Filme Etnográfico do Pará.

alfonso palázon meseguer

ALFONSO PALÁZON MESEGUER

Doutorado e licenciado em Ciências da Informação e Comunicação pela Universidade Complutense. Prémio Internacional Aurélio Paz dos Reis, 2016. Professor titular de Comunicação Audiovisual na Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade Rey Juan Carlos, Madrid (URJC). Dirige o Mestrado Oficial em Documentário e Novos formatos da URJC. Trabalhou em diferentes projetos audiovisuais como realizador, produtor e guionista. Na sua atividade destaca-se a criação e realização cinematográfica, o documentário e as narrativas transmédias.

alice fátima martins

ALICE FÁTIMA MARTINS

Cursou Licenciatura em Educação Artística, habilitação em Artes Visuais, pela Universidade de Brasília (conclusão: 1983). Atuou como professora de Artes na Educação Básica, com experiências diversas, dentre as quais, com Educação Indígena (FUNAI), e na rede pública de ensino do Distrito Federal. Mestre em Educação, área de Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico, pela Universidade de Brasília (conclusão: 1997). Doutora em Sociologia pela Universidade de Brasília (conclusão: 2004). A tese foi publicada pela Editora da UnB, em 2013, com o título Saudades do Futuro: a ficção científica no cinema e o imaginário social sobre o devir. Pós-Doutorado no Programa Avançado de Cultura Contemporânea da UFRJ (2010), com o projeto de pesquisa Catadores de Sucata da Indústria Cultural. O resultado da pesquisa foi publicado, em 2013: Catadores de Sucata da Indústria Cultural, pela FUNAPE/Editora da UFG. É professora na Faculdade de Artes Visuais da UFG. Atua no curso de Licenciatura em Artes Visuais e no Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual, do qual foi coordenadora em dois períodos: 2005 a 2008, 2012 a 2014. Foi editora da Revista Visualidades (UFG) entre julho/2014 e dezembro/2016. Membro das seguintes entidades de pesquisa: Associação Nacional de Pesquisa em Artes Plásticas (ANPAP), Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual (SOCINE), Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS), Associação de Investigadores da Imagem em Movimento (AIM), Red de Estudios Visuales Latinoamericanos (ReVLaT), AO NORTE Associação de Produção e Animação Audiovisual. Tem experiência em: a) Artes Visuais, com recorte em arte contemporânea e estética relacional; b) Sociologia, com ênfase em Sociologia da Cultura e da Arte; c) Educação, com ênfase na formação de professores em Artes Visuais, e nas relações entre visualidades contemporâneas, cinema e educação. Atua nos campos em que se entrecruzam arte contemporânea, ensino de artes visuais, estética relacional, cinema, fotografia, relações entre cinema e educação, cultura visual, e estudos culturais.

amália córdova

AMÁLIA CÓRDOVA

Amalia Córdova. Curadora digital Latinx no Centro de Folclore e Património Cultural. Co-diretora no Festival de Cinema da Língua Materna. Formadora especialista no Film Video Center of the Smithsonian’s National Museum of the American Indian na cidade de Nova York.Ingressou na Gallatin School of Individualized Study da Universidade de Nova York como docente em tempo parcial em 2011 e, posteriormente, atuou como diretora assistente do Centro de Estudos Latino-Americanos e Caribenhos da mesma Universidade.

daniel maciel

DANIEL MARTINS PINHEIRO MACIEL

Daniel Maciel é doutorado em Antropologia – Poder, Resistência e Movimentos Sociais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Desenvolve investigação sobre usos e práticas de cultura direcionados a populações marginalizadas, com especial interesse na sua aplicação em contextos prisionais. Com a AO NORTE tem vindo a colaborar em projetos de recolha, inventariação e reflexão em torno de fotografias históricas em álbuns pessoais.

denise machado cardoso

DENISE MACHADO CARDOSO

Denise Machado Cardoso é antropóloga, atua na Assessoria da Diversidade e Inclusão Social da UFPA e no Comitê de Antropologia Visual da Associação Brasileira de Antropologia (ABA). Participa do Grupo de Estudos sobre Mulher e Relações de Género Eneida de Moraes (GEPEM) e é vice-coordenadora do Grupo de Estudos Nós Mulheres. Participou como conselheira ad hoc da Secretaria Especial da Presidência da República para Mulheres (SPM) e do Comitê de Ética em Pesquisa da UFPA. Atualmente, coordena o Laboratório de Antropologia Arthur Napoleão Figueiredo (LAANF) da UFPA. Coordena o Grupo de Estudos sobre Antropologia Visual e da Imagem (VISAGEM) e Grupo de Estudos sobre Populações Indígenas (GEPI). Vínculo institucional: Universidade Federal do Pará.

fernando cruz

FERNANDO CRUZ

Fernando Cruz é Doutor Europeu em Sociologia pela Universidade do Porto. Possui mestrado em Ciências Sociais (UFRN - Brasil) e licenciatura em Antropologia (Universidade Fernando Pessoa) e em Direito (Universidade Portucalense - Infante D. Henrique). Entre 2013 e 2019, foi Professor Auxiliar do Departamento de Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN (Brasil) e do Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais. Orientou dissertações de mestrado e monografias de conclusão de curso. Participou em júris de defesa de doutoramento, mestrado e licenciatura. Publicou diversos artigos em revistas científicas, capítulos de livros e livros. Nos seus interesses atuais destacam-se: turismo cultural, cultura, economia criativa, ambiente criativo, património cultural e espaços públicos.

gláucia davino

GLÁUCIA DAVINO

Doutora em Ciências da Comunicação - USP. Mestre em Artes - USP. Bacharel em Comunicação Social-Cinema - USP. Tem experiência profissional em audiovisual. Docente no Programa de Pós Graduação Interdisciplinar "Educação, Arte e História da Cultura", na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Líder do Grupo de Pesquisa NAV - Núcleo Audiovisual. Realiza pesquisa sobre roteiro audiovisual desde 1989. Tem desenvolvido pesquisa inédita sobre roteiristas brasileiros. Criou e coordena, desde 2009, os Seminários Histórias de Roteiristas. Investiga temas nas áreas de linguagens relacionadas ao audiovisual às mídias e tecnologias contemporâneas, com enfoque em procedimentos criativos.

João Gigante

JOÃO GIGANTE

Natural de Viana do Castelo, é licenciado em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes do Porto e realizou o Mestrado em Comunicação Audiovisual (Fotografia) na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo do Instituto Politécnico do Porto. Mantém o seu percurso entre a prática das artes plásticas, tendo exposto o seu trabalho em diversas exposições no panorama artístico nacional e internacional e a prática de produção e organização de eventos e projetos artísticos e a projeção e organização de projetos de nível social e etnográfico, mantendo a sua característica artística e conceptual. O seu trabalho complementa as diferentes áreas de atuação plástica, como a fotografia, o vídeo, a sonoplastia, a instalação e o desenho. Desenvolve também projetos de cariz musical onde se destaca PHOLE e o projeto sonoplástico ARAME (com Miguel Arieira). É também, fundador e diretor da Revista PARASITA (com Hugo Soares).

lisabete coradini

LISABETE CORADINI

Mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (1992) e Doutorado em Antropologia pela Universidad Nacional Autónoma de México (2000). Atualmente é Professora titular do Departamento de Antropologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Coordenadora do NAVIS Núcleo de Antropologia Visual, Diretório de Pesquisa/CNPq-UFRN. Realizou os seguintes filmes: No mato das mangabeiras, Seu Pernambuco, cinema moçambicano em movimento, Sila, Mulher Cangaceira, Mestre Zorro, entre outros. Membro da Comissão de Elaboração e de Avaliação do Roteiro de Classificação da Produção Audiovisual/CAPES. Membro da Comissão da Imagem e Som da ANPOCS nas gestões 2001-2002 e do GT Antropologia Visual da ABA (2009-2010) e (2011-2012). Publicou: Praça XV espaço e sociabilidade; Antropologia e Imagem; As cidades e suas Imagens. Organizou Dossiê sobre Cinema antropologia audiovisual. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Urbana e Audiovisual, atuando principalmente nos seguintes temas: cidades, espaços, memórias, narrativas, cinema, cinema africano e o uso da imagem. Atualmente é presidente da Comissão de Antropologia visual da ABA.

luiza pereira monteiro

LUIZA PEREIRA MONTEIRO

Professora Pós – Doutora, pela Universidade do Minho (2016), Doutora pela Universidade de São Paulo (2008), Mestre pela Universidade Federal de Goiás (1995). Pesquisadora das temáticas: Família, Infância, educação e Cinema. Coordenadora de Área do PIBID/ MEC/CAPES/UEG. Professora de Fundamentos da Educação/Sociologia e História Social da Infância, da Universidade Estadual de Goiás

maria alice carvalho rocha

MARIA ALICE CARVALHO ROCHA

Doutora em Educação e pós-doutorado em Artes e Cultura Visual na Universidade Federal de Goiás. É professora adjunta no Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação da Universidade Federal de Goiás. Tem experiência na área da Educação, no Ensino Básico e dedica-se às temáticas sobre infância, linguagem e cinema. Pertença institucional: Universidade Federal de Goiás - Goiás/Brasil.

maria ângela pavan

MARIA ÂNGELA PAVAN

Professora Associada do Departamento de Comunicação Social – Audiovisual da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). É docente e pesquisadora da Pós Graduação em Estudos da Mídia (PPGEM/UFRN) na linha de pesquisa Estudos da Mídia e Produção de Sentido. É vice-coordenadora do Grupo de Pesquisa Pragmática da Comunicação e Mídia (Pragma/UFRN). Participa da Rede de Pesquisa Etnografias Audiovisuais Participativas (Portugal e Brasil). É pesquisadora do Grupo de Estudos Semióticos em Comunicação e Cultura e Consumo (GESC3) da ECA/USP, do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre linguagem, ensino e narrativa de professores (UNESP). Faz parte dos pesquisadores da História da Mídia da Rede Alcar e participa da REDE AMLAT (Rede Temática de Cooperação Científica Comunicação, Cidadania, Educação e Integração na América Latina. É representante do Comitê Regional Nordeste da ABP 2 - Associação Brasileira de Pesquisadores em Publicidade do Propesq/ ECA/USP. Tem interesse em pesquisa com Etnografias Audiovisuais participativas, História do Audiovisual e Produção Audiovisual e produção de Sentido, Novas linguagens no Documentário, Imagens e Narrativas, História de Vida e Comunicação e Cultura.

núria aidelman feldman

NÚRIA AIDELMAN FELDMAN

Núria Aidelman Feldman (1979). Membro fundador de A Bao A Qu, dirige, desde o início da atividade da associação, os seus programas com Laia Colell. Entre os programas desenvolvidos por A Bao A Qu destacam-se Cine en curso (iniciado na Catalunha em 2005, e que atualmente também se realiza na Galiza, Madrid, Alemanha e Chile), Creadores En Residencia nos institutos de Barcelona, ​​um programa do Município de Barcelona (desde 2009), Fotografia en curso (desde 2012), Moving Cinema (desde 2014) e CinEd (desde 2015). É professora de cinema e fotografia da Faculdade de Comunicação da Universidade Pompeu Fabra e membro do grupo CINEMA. É coautora com Laia Colell de numerosos artigos e conferências sobre pedagogia do cinema. Editou, com Gonzalo de Lucas, Jean-Luc Godard. Pensando entre Imagens (ed. Intermediária, 2010) e escreveu artigos em várias publicações e livros coletivos. Foi programadora da Xcèntric y Gandules no Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona entre 2003 e 2011.

patrícia nogueira

PATRÍCIA NOGUEIRA

Patrícia Nogueira é realizadora, investigadora e professora universitária na área do cinema documental. Produz e realiza os seus documentários e colabora regularmente com outros realizadores, tanto em documentário como em ficção. Os seus filmes foram selecionados para vários festivais de Cinema, tanto em Portugal como no estrangeiro. É professora adjunta convidada da ESMAD – Escola Superior de Media Artes e Design e leciona regularmente no ISMAI – Instituto Universitário da Maia, em ciclos de estudos de licenciatura e de mestrado. É doutorada em Media Digitais pela Universidade do Porto em colaboração com a Universidade Nova de Lisboa, do programa internacional University of Texas, Austin – Portugal, e mestre em Cinema Documental pela ESMAE – Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo. Na sua tese de doutoramento investigou Documentário Interativo em parceria com o National Film Board do Canadá, onde esteve em residência durante o ano de 2015. As suas áreas de investigação centram-se em Cinema Digital e Interatividade, Estudos Feministas do Cinema e questões éticas de representação. Patrícia é vice-presidente do grupo científico europeu Cinema and Contemporary Visual Arts, integrado na NECS – European Network for Cinema and Media Studies.

renato amram athias

RENATO ATHIAS

Renato Athias é coordenador geral do Festival Internacional do Filme Etnográfico do Recife. Possui graduação em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia Ciências e Letras (1975), mestrado em Etnologia - Universidade de Paris X, (Nanterre) (1982) com a dissertação sobre a Noção da Identidade Étnica na Antropologia Brasileira. Doutorou-se em Etnologia pela mesma Universidade (1995). Realizou estudos na área de mídia e televisão na Universidade de Southampton (Reino Unido). Atua como coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Etnicidade (NEPE) da UFPE e, é Professor Adjunto do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFPE. Atualmente coordena o Laboratório de Antropologia Visual do Núcleo Imagem e Som & Ciências Humanas da UFPE.

sandra regina nunes

SANDRA REGINA CHAVES NUNES

Graduada em Letras pela Universidade de São Paulo (1987), mestrado (1996) e doutorado (2002) em Comunicação e Semiótica: Literatura, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Pós-Doutorado em Teoria Literária pela Universidade Federal de Minas Gerais (2007). Pós-doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo. Pesquisadora do Diversitas/USP e Professora do Programa de Pós-Graduação em Humanidades, Direitos e outras Legitimidades, do Diversitas/USP. Professora de Literatura e Dramaturgia, da Fundação Armando Álvares Penteado e de Comunicação e Expressão da Fatec. Foi vice-Coordenadora do Diversitas/Usp e Coordenadora do INOVA/FATEC-Cotia. Coordenadora do Grupo de Estudos ARCUS - Arte, Cultura e Subjetividade. Autora do Blog Reescrituras Rubianas, e do ensaio biográfico sobre Murilo Rubião. Autora do Blog História Fotografada, História (Com)Partilhada

teresa norton dias

TERESA NORTON DIAS

Teresa Norton Dias. Natural de Beira/Moçambique faz a sua formação académica e artística entre aquela ex-colónia portuguesa, Portugal Continental e Insular e Londres, em Inglaterra, na Arts Educational Schools. É licenciada em História, variante de História da Arte, pela Universidade de Lisboa e Mestre em Relações Interculturais pela Universidade Aberta/Portugal. É Doutorada em Relações Interculturais pela Universidade Aberta/Portugal, com a tese "'Criatividade participativa' Intercultural: o processo de criação no Tanztheater de Pina Bausch". É membro da InSEA (International Society for Education Through Art) e foi associada fundadora da AAEAM (Associação Artística de Educação pela Arte na Madeira). É, desde 2011, investigadora do CEMRI/UAb. Em 2013 foi convidada para integrar a equipa de investigadores colaboradores do CLEPUL-Pólo Madeira e em 2014 do CIERL - Universidade da Madeira. As suas principais áreas de interesse são as migrações e os fenómenos interculturais, a antropologia visual, media e mediação cultural, arte e educação, corpo e movimento. Integra o Conselho Científico Consultor da Coleção Estudos Insulares - Projeto 'Aprender Madeira' e o Conselho Científico da Revista Portuguesa de Educação Artística. É coeditora da Cinema & Território. Revista Internacional de Arte e Antropologia das Imagens. Revista Open Access lançada a 16 de junho de 2016 e disponível em http://www.ct-review.org. Foi DAAD Scholar em 2017.

\ CINEMA AND DIGITAL NARRATIVES


DESCRIPTION

Cinema and Digital Narratives is an interdisciplinary research group focused on the study of cinema and digital narratives. It is anchored in the AO NORTE film society (the Association for Audiovisual Production and Animation) and coordinates its activities with IPCA (the Polytechnic Institute of Cávado and Ave), namely following the ID+ R&D unit’s objectives through the promotion of research, knowledge dissemination, audiovisual production, community engagement and the advancement of projects in the field of visual, audiovisual and digital cultures.


Main Achievements

• CINEMA

Concerns the organization of a set of ongoing, periodic events, namely the annual Viana International Film Conference in the Viana Film Meetings, and, within the MDOC International Documentary Film Festival, the Offscreen Summer Course and the KinoMeeting; as well as other events of a scientific or artistic nature, for the public understanding of research, community building and project workshops.

• PRODUCTIONS

Regular publishing of papers and an annual journal, as well as research and collecting of photographic, audiovisual and digital data within the scope of ethnographic and social research projects, within a glocal logic, that expands the regional scope towards communities of external collaborators and diasporic networks. It assures the maintenance and development of the LUGAR DO REAL portal, a platform for the promotion of audiovisual and cultural works, as well as of domestic and historic photography through the FOTOMEMÓRIA section.

• PHOTOMEMORY

Creation and production of research, gathering, collecting, digitizing and archiving activities with photographic and audio-visual registries of a domestic nature or of historical and cultural significance. Maintenance of the online digital archive Lugar do Real. Realization of activities such as exhibits, public events for discussion and spread of knowledge, Spoken Photographs and other works such as catalogues and books..


OBJECTIVES