design by . publiSITIO® . 2016

AO NORTE . Associação de Produção e Animação Audiovisual

FORMAÇÃO . AO NORTE

O curso Olhar o Real tem como objectivo proporcionar um espaço de aprendizagem e de experimentação, através da realização de documentários em vídeo digital.

Conteúdos, teoria e prática

Olhar o Real apresenta um programa de estudo fundamentalmente prático cujo objectivo principal é sensibilizar os interessados para aspectos da realização vídeo-cinematográfica na área do documentário contemporâneo.

São abordadas as seguintes áreas: câmara, som, iluminação, realização e montagem.

Para concluir a Oficina Olhar o Real, cada participante colabora na realização de um documentário e desenvolve um projecto pessoal no campo do documentário de criação.

VER FILMES

Esta iniciativa tem como principal objectivo promover o contacto dos alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico com a linguagem audiovisual.

Propõe-se às escolas que os alunos participem na realização de um pequeno vídeo sobre uma história criada e trabalhada pela turma.

A partir da história ou ideia é elaborado um guião com a ajuda dos formadores, e parte-se para o registo das imagens e sua posterior montagem. Os alunos são parte activa ao longo da realização de todo o percurso formativo.

VER FILMES

O projeto Histórias da Praça está integrado nos Encontros de Cinema de Viana, realiza-se desde 2000 e acontece no mes de maio.

Esta formaçao procura sensibilizar os participantes (uma turma de alunos de uma escola) para o processo criativo da criaçao cinematográfica com destaque para as fases da preparaçao e rodagem de um filme, destinadas a compreender o processo criativo e técnico, através de análises das estratégias e métodos escolhidos na adaptaçao do imaginário da história.

VER FILMES

Os Lumière na Sala de Aula é um projeto pedagógico proposto pela AO NORTE às escolas. Tem como destinatários os alunos do Ensino Básico, Secundário e Superior (preferencialmente as disciplinas de Português e Francês). Tem como principais objetivos: abordar a narrativa, educar para o cinema através do contacto com a linguagem audiovisual e proporcionar um espaço de criação audiovisual. Para o desenvolvimento do projeto é seguido um Plano de Aula, que permite:

• Abordar a invenção do cinematógrafo pelos Irmãos Lumière;

• Visionar filmes dos Irmãos Lumière;

• Criar, com os alunos, argumentos para filmes a realizar segundo o modelo dos filmes dos Irmãos Lumière (filmes de um minuto com um único plano);

• Filmar os argumentos e divulgar os filmes no Lugar do Real.

VER FILMES

Projeto pedagógico a incluir nas aulas de Português e Educação Visual, que aborda o texto poético e proporciona um espaço de criação audiovisual.

Durante a ação, os alunos de uma turma são divididos em grupos de trabalho (3 ou 4 alunos) e, cada grupo, realiza um vídeo a partir de um poema previamente escolhido.

• Abordar o texto poético;

• Educar para o cinema através do contacto com a linguagem audiovisual;

• Proporcionar um espaço de criação audiovisual.

• Manifestar ideias, sentimentos e pontos de vista através de uma obra cinematográfica.

O Festival Nacional de Vídeo Escolar integra os Encontros de Cinema de Viana e tem como principais objetivos:

• Promover a prática e a cultura audiovisual em contexto escolar;

• Sensibilizar as escolas para a utilização do vídeo como ferramenta criativa;

• Divulgar experiências que promovam a familiarização com o cinema e as imagens animadas;

• Favorecer o encontro e a troca de experiências e ideias entre alunos, professores e profissionais do audiovisual e do cinema.

• Divulgar em sala obras audiovisuais produzidas nas escolas.

Os alunos podem participar de duas formas: assistindo às projeções dos filmes candidatos aos prémios do Festival e enviando filmes a concurso.

O Filme da Minha Vida tem como objetivo pedagógico abordar a relação entre ilustração, banda desenhada e cinema.

Conta com a projeção e análise do filme escolhido por um autor de banda desenhada/ilustrador, a apresentação do livro da coleção O Filme da Minha Vida, uma exposição dos originais e um encontro/debate com o autor, para os quais serão convidados a participar alunos de artes visuais e de disciplinas relacionadas com o audiovisual, comunicação e língua portuguesa.

Cada livro inclui 32 pranchas a preto e branco, um texto de análise (da autoria de João Paulo Cotrim e Pedro Moura), uma biografia do autor e a filmografia do realizador escolhido.

Esta coleção é dirigida pelo artista plástico Tiago Manuel e tem design gráfico de Luís Mendonça.

VER ENTREVISTAS DOS AUTORES

ao norte