AO NORTE . Associação de Produção e Animação Audiovisual

CONVERSAS . FOTOGRAFIA


Rita Castro Neves
\ Fotografia em tempos de medusa
de Rita Castro Neves

\ Dia 23 de fevereiro / 2017 às 21h30
Galeria Espaço AO NORTE

Conversas Sobre Fotografia
\ FOTOGRAFIA EM TEMPOS DE MEDUSA

As suas obras têm analisado alguns gestos do quotidiano, rotina e familiaridade numa tentativa de compreender e investigar uma visão mais interiorizada das nossas vidas. Em cenários realistas, personagens comuns fundem-se nas suas paisagens – interiores ou exteriores – assim se apropriando e re-construindo o seu surpreendente mundo exterior.
Este realismo pormenorizado e minucioso – por vezes absurdo, outras político ou ainda emotivo – é também um realismo mágico.
A suspensão da realidade permite construir um tempo entre o tempo, atento a um conceito de espaço mental – ponto de partida para uma nova percepção desta nossa realidade flutuante. A narratividade (as séries em fotografia, o tempo sequencial no vídeo e no som…) é muitas vezes quebrada e não-linear.
O quotidiano torna-se aqui a fonte quer das emoções, quer da perspectivação – e crítica – das situações e estruturas de funcionamento da sociedade.



Acabou o Curso Avançado de Fotografia do Ar.Co (Lisboa) em 1995, o Master in Fine Art da Slade School of Fine Art (Londres) em 1998, frequentando atualmente o programa de Doutoramento em Arte Contemporânea do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra. Expõe regularmente em Portugal e no estrangeiro, tanto em espaços estabelecidos (Museu de Arte Moderna da Bahia, Spike Island, Bristol, The Courtauld Institute of Art, Londres, Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, Korjaamo Gallery, Helsínquia, Museu da Imagem, Braga, Museu Nogueira da Silva, Braga, Museu do Neo-Realismo, Vila Franca de Xira, Fábrica Asa, Guimarães Capital Europeia da Cultura) como em locais ditos não convencionais (escola primária, apartamento alugado, casa de banho pública, loja de discos, montra de um restaurante).
Desenvolve projetos de curadoria em artes plásticas e na área da Live Art, incluindo Amorph!98 em Helsínquia, Dia E Vento no Teatro do Campo Alegre, Porto, 2001, Brrr com o Teatro Nacional São João/ Teatro Carlos Alberto/ Porto 2001 Capital Europeia da Cultura, de 2006 a 2012 o festival anual de Artes Performativas Trama com a Fundação de Serralves, Porto, em 2012 o Sintoma nº 0 na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, e em 2013 o Sintomas e Efeitos Secundários em colaboração com o Instituto de Investigação da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto(InEd), numa co-curadoria com Fátima Lambert e Rita Xavier Monteiro.
Atualmente é docente na Faculdade de Belas Artes do Porto da Universidade do Porto onde criou e dirige a Pós Graduação em Performance, e da ESMAD/IPP no Mestrado em Comunicação Audiovisual. Fotografia e Cinema Documental.
De 2005 a 2008 foi Coordenadora Pedagógica do Instituto Português de Fotografia, pólo do Porto.
É membro colaborador do i2ADS Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade da Faculdade de Belas Artes, Universidade do Porto, enquanto membro colaborador no NAI . Núcleo de Arte Intermedia, onde criou e coordena o grupo Sintoma. Performance. Investigação. Experimentação.


www.ritacastroneves.com

http://orcid.org


Local


Galeria Espaço AO NORTE

Praça D. Maria II, n.º 113, r/c

4900-489 Viana do Castelo


design by . publiSITIO . 2017