AO NORTE . Associação de Produção e Animação Audiovisual

AGENDA . AO NORTE


Ano letivo 2016-2017

• ESCOLAS EM GRANDE: PLANO LITERACIA AUDIOVISUAL

Propostas de ações de formação 2016/17 Ensino Básico, Secundário, Profissional e Superior

AO NORTE AGENDA

ESTRUTURA DO PROJETO, OBJETIVOS E PÚBLICO-ALVO.

A imagem é o meio de comunicação do nosso quotidiano.

Devido à sua complexidade e à manipulação que lhe pode dar múltiplos sentidos, a imagem precisa ser analisada, descodificada e compreendida.

E é junto dos jovens, tendo como parceiro privilegiado a Escola, que a Associação AO NORTE, em colaboração com a Câmara Municipal de Viana do Castelo, propõe atividades originais e diversificadas de aprendizagem que atravessam os vários níveis de ensino.

Esta iniciativa denominada ESCOLAS EM GRANDE PLANO surge na sequência do sucesso obtido desde 2002 com várias atividades isoladas de formação audiovisual e da solicitação de vários professores e Escolas, já materializada na celebração de protocolos de parceria.

A proposta que se apresenta para o ano letivo 2016/2017, integra as ações Escola no Cinema, Vídeo na Escola, Os Lumière na Sala de Aula, CINEpoesia, Histórias na Praça, a oficina Olhar o Real e a participação no Ação!

03 - Festival Nacional de Vídeo Escolar.

Com diferentes objetivos pedagógicos e destinatários, estas ações procuram desenvolver o interesse pelo cinema e o audiovisual, sensibilizar alunos e professores para estas formas de expressão e para as tecnologias associadas e proporcionar aos jovens os meios de criação e de produção que permitam novas formas de expressão.

Escolas em Grande Plano tem como objetivos promover a literacia audiovisual, o sentido crítico, a capacidade de compreender, o saber fazer, pensar e refletir com as imagens.

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES.

# ESCOLA NO CINEMA.

Público-alvo – alunos do Ensino Básico, Secundário, Profissional e Superior.

Calendário - 2, 3, 4 e 5 de maio, ou outra data a acordar com a Escola.

Duração – cerca de 90 minutos.

Filmes propostos às escolas, com visionamento em sala de cinema e análise em sala de aula.

Escola no Cinema pretende cruzar temas da atualidade com a descoberta da linguagem cinematográfica.

# VÍDEO NA ESCOLA.

Público-alvo - 1º Ciclo do Ensino Básico Calendário - calendário a articular com a Escola.

Duração – cerca de 20 horas (em períodos a acordar com o professor) Vídeo na Escola tem como principal objetivo promover o contacto dos alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico com a linguagem audiovisual.

O projeto propõe às escolas que os alunos de uma turma participem na criação de um guião para um filme e participem na sua realização.

A partir da uma ideia selecionada por todos é elaborado um guião com a ajuda dos formadores.

Fazem-se os adereços necessários e parte-se para o registo das imagens.

Os alunos são parte ativa ao longo da realização de todo o percurso formativo.

# OS LUMIÈRE NA SALA DE AULA.

Público-alvo – alunos do Ensino Básico, Profissional e Secundário Calendário - a articular com a Escola.

Duração – três blocos de 90 minutos (ou a carga horária equivalente) Projeto pedagógico incluído nas aulas de Língua Portuguesa, Francês e Formação Cívica, que aborda a narrativa e proporciona um espaço de criação audiovisual.

Tem como principais objetivos: • Abordar a narrativa e o texto não literário.

• Educar para o cinema através do contacto com a linguagem audiovisual.

• Proporcionar um espaço de criação audiovisual.

Para o desenvolvimento do projeto é apresentado às escolas um Plano de Aulas que contempla três blocos de 90 minutos cada.

A ação vai permitir: - Abordar a invenção do cinematógrafo pelos Irmãos Lumière.

- Visionar os filmes dos Irmãos Lumière apresentados na primeira sessão pública, no dia 28 de dezembro de 1895, no Salão Indiano, na cave do Grand Café, no Boulevard des Capucines.

- Criar, com os alunos, argumentos para filmes a realizar segundo o modelo dos filmes dos Irmãos Lumière.

- Filmar os argumentos e divulgar os filmes no Lugar do Real.

# CINEPOESIA.

Público-alvo – alunos do 3.º Ciclo do Ensino Básico e Secundário Calendário - a articular com a Escola.

Duração – três blocos de 90 minutos (ou a carga horária equivalente): • Abordar o texto poético: • Educar para o cinema através do contacto com a linguagem audiovisual: • Proporcionar um espaço de criação audiovisual.

• Manifestar ideias, sentimentos e pontos de vista através de uma obra cinematográfica.

Projeto pedagógico incluído nas aulas de Língua Portuguesa, Francês e Formação Cívica, que aborda o texto poético e proporciona um espaço de criação audiovisual.

Durante a ação, os alunos de uma turma são divididos em grupos de trabalho (3 ou 4 alunos) e, cada grupo, realiza um vídeo a partir de um poema previamente escolhido.

# HISTÓRIAS NA PRAÇA.

Público-alvo – alunos do Ensino Básico, Secundário, Profissional e Superior Calendário - 2, 3 e 4 de maio.

Duração – uma tarde ou uma manhã Esta ação de formação está integrada nos Encontros de Cinema de Viana e procura sensibilizar os participantes para o processo criativo da criação cinematográfica com destaque para as fases da preparação e rodagem de um filme, destinadas a compreender o processo criativo e técnico, através de análises das estratégias e métodos escolhidos na adaptação do imaginário da história.

Uma turma de alunos, orientada por um professor, propõe uma história para ser filmada.

Depois de selecionada, será filmada numa manhã ou numa tarde, durante os XVII Encontros de Cinema de Viana.

Depois dos filmes editados é promovida uma exibição para os alunos participantes, pais e professores, com debate e troca de impressões.

# OLHAR O REAL.

Público-alvo – Alunos do Ensino Secundário, Profissional e Superior Calendário - a articular com a Escola.

Duração – cerca de 35 horas de trabalho em sala e o tempo de rodagem (variável).

A oficina Olhar o Real proporciona um espaço de aprendizagem e de experimentação, através da realização de documentários em vídeo digital, apresentando um programa de estudo fundamentalmente prático cujo objetivo principal é sensibilizar os interessados para aspetos da realização vídeocinematográfica na área do documentário contemporâneo.

São abordadas as seguintes áreas: câmara, som, iluminação, realização e montagem.

Para concluir a oficina Olhar o Real, cada participante colabora na realização de um documentário e desenvolve um projeto pessoal no campo do documentário de criação.

# AÇÃO03!

- Festival Nacional de Vídeo Escolar.

Público-alvo – Alunos do Ensino Básico, Secundário, Profissional e Superior Calendário – 2 e 3 de maio.

Duração – das 10h30 às12 horas O Festival Nacional de Vídeo Escolar integra os Encontros de Cinema de Viana e tem como principais objetivos: • Promover a prática e a cultura audiovisual em contexto escolar.

• Sensibilizar as escolas para a utilização do vídeo como ferramenta criativa.

• Divulgar experiências que promovam a familiarização com o cinema e as imagens animadas.

• Favorecer o encontro e a troca de experiências e ideias entre alunos, professores e profissionais do audiovisual e do cinema.

• Divulgar em sala obras audiovisuais produzidas nas escolas.

Os alunos podem participar de duas formas: assistindo às projeções dos filmes candidatos aos prémios do Festival e enviando filmes a concurso.

# O FILME DA MINHA VIDA.

Público-alvo – alunos do Ensino Secundário e Superior Calendário – dezembro e maio, em data a designar.

Duração – aproximadamente 3 horas O Filme da Minha Vida tem como objetivo pedagógico abordar a relação entre ilustração, banda desenhada e cinema.

Conta com a projeção e análise do filme escolhido pelo autor, a apresentação do livro da coleção O Filme da Minha Vida, uma exposição dos originais e um encontro/debate com o ilustrador, para os quais serão convidados a participar alunos de artes visuais e de disciplinas relacionadas com o audiovisual, comunicação e língua portuguesa.

Cada livro inclui 32 pranchas a preto e branco, um texto de análise (da autoria de João Paulo Cotrim e Pedro Moura), uma biografia do autor e a filmografia do realizador escolhido.

Esta coleção é dirigida pelo artista plástico Tiago Manuel e tem design gráfico de Luís Mendonça.


De 16 de setembro a 06 de novembro 2016

• formação OLHAR O REAL em angola

AO NORTE AGENDA

A convite do Centro Cultural de Santa Cruz, no Uíge, em Angola, a Associação AO NORTE vai orientar um curso de edição, um projeto em parceria com os Missionários Passionistas e a ONG Rosto Solidário.

Este curso decorre e dá continuidade ao Olhar o Real, realizado em outubro de 2014, e tem como objetivo proporcionar um espaço de aprendizagem de edição de vídeo.

A formação será orientada por César Pedro.


3, 4 e 5 de novembro de 2016

• masterclasses com Kim Longinotto

No âmbito do mestrado internacional docnomads

AO NORTE AGENDA

DocNomads é um mestrado internacional centrado no documentário, que resulta da parceria de universidades de Portugal, Hungria e Bélgica: Universidade Lusófona de Lisboa, University of Theatre and Film Arts, de Budapeste, e a Universidade LUCA, de Bruxelas.

A ideia subjacente é que os alunos possam viver em diferentes culturas e sociedades, dando-lhes uma maior sensibilidade para a execução dos seus documentários em contextos culturais e sociais diferentes dos seus, por isso a mobilidade de Lisboa a Bruxelas via Budapeste é obrigatória para todos os alunos.

As aulas são em inglês e o curso é de dois anos.

É nesse contexto que em 2016 é repetida a parceria com a AO NORTE - Associação de Produção e Animação Audiovisual, o IPCV-ESEVC, Grupo Etnográfico da Areosa, o Hotel AXIS e outros parceiros locais, que trará a Viana do Castelo, de 31 de outubro a 11 de novembro, 28 alunos do DocNomads, para a prática intensiva de filmagens, de onde resultarão 13 filmes de 5 minutos sobre personagens locais.

Farão parte das equipas de filmagens estudantes da Licenciatura de Gestão Artística e Cultural e membros da comunidade, cooperando em todas as fases, desde a pesquisa até à montagem final dos filmes.

Nos dias 3, 4 e 5 de novembro, no Cinema Verde Viana, em Viana do Castelo, no horário compreendido entre as 16h00 e as 19h00, decorrerão as Masterclasses com Kim Longinotto, um dos nomes mais relevantes do cinema documental mundial, coordenadas pela realizador Margarida Cardoso.

A participação é gratuita e aberta aos interessados.

A inscrição prévia é obrigatória.

As Masterclasses serão em inglês.

ARQUIVO

TOPO DA PÁGINA

design by . publiSITIO® . 2012